Mulheres extraordinárias na História!

Mulheres extraordinárias da História

 Muitas são as mulheres extraordinárias que o mundo teve ou ainda tem. Se formos listar aqui não vamos terminar nunca. Desde que a humanidade começou, mulheres se destacaram nas mais variadas áreas de conhecimento ou atuação.

Ainda em celebração ao Dia Internacional da Mulher, trouxemos um post para exaltar as grandes conquistas feitas por integrantes do gênero feminino.

Vem conhecer 10 mulheres fabulosas ao longo da nossa História:

 

1-  Ada Lovelace (1815 a 1852)

Foi uma matemática e escritora inglesa que viveu de 1815 a 1852. É considerada a primeira programadora de toda a história, numa época muito anterior ao computador. Amiga do matemático Charles Babbage, ela desenvolveu os algoritmos que permitiriam à máquina de Babbage computar os valores de funções matemáticas.

Frase: “Meu cérebro é mais do que meramente mortal e o tempo mostrará isso”.

 

2-  Amelia Earhart (1897 a 1937)

Foi pioneira na aviação dos Estados Unidos, autora e defensora dos direitos das mulheres. Amelia se tornou a primeira mulher a sobrevoar sozinha o Oceano Atlântico, ato pelo qual ganhou a condecoração "The Distinguished Flying Cross". Além desse, ela estabeleceu muitos outros recordes, escreveu livros e lutou pelos direitos da mulher no começo do século XX.

Frase: “A aventura por si só já vale a pena.”

 

 

3-  Catarina, a Grande (1762 a 1796)

Catarina II, conhecida como Catarina, a Grande, foi Imperatriz da Rússia. Nascida como princesa, casou-se com o grão-duque Pedro Feodorovich, que em seguida ascendeu ao trono russo. Ele era cruel e arrogante e Catarina sabia que seria melhor governante que ele. Então, organizou um golpe de estado e se tornou a imperatriz. Durante seu reinado, o Império Russo melhorou a sua administração, modernizou-se, cresceu com ainda mais força e tornou conhecida como uma das maiores potências europeias. 

Frase: “Sou daquelas pessoas que amam o porquê das coisas”.

 

 

4-  Cleópatra (69 a.C. a 30 a.C.)

Última governante do império egípcio dos faraós. Quando se pai faleceu, deixou o governo para ela e seu irmão mais novo, mas desentendimentos entre eles os levaram a uma guerra civil. Pediu ajuda a Júlio César, que estabeleceu o trono como sendo dela. Logo após a morte dele, ela se envolveu com o novo líder de Roma, Marco Antonio, relacionamento que se tornou histórico. Seu legado sobrevive até hoje e é tema de numerosas obras de arte, incluindo esculturas, pinturas, poesia, dramas teatrais e óperas.

Frase: “Eu não serei derrotada.”

 

5-  Coco Chanel (1883 a 1971)

Gabrielle Chanel nasceu numa pequena cidade no interior da França. Viveu num orfanato, cercada apenas das cores preto e branco nas roupas. Aos 18 anos foi para Paris, onde se aperfeiçoou na arte da costura. Com a ajuda de um amigo da alta classe social, Gabrielle, agora apelidada de Coco devido às músicas que cantava, passou a costurar para as mulheres ricas da França e abriu sua Maison e se tornou uma das maiores do mundo até hoje. É a única estilista presente na lista das cem pessoas mais importantes da história do século XX da revista Time.

Frase: “O mais corajoso dos atos ainda é pensar com a própria cabeça.”

 

 

6-  Elizabeth I (1758 a 1603)

Apesar de ter sido concebida num casamento legalizado entre o rei Henrique VIII e a rainha Ana Bolena, Elizabeth foi considerada filha ilegítima, sem direito ao trono da Inglaterra. Mas reviravoltas políticas e da vida a levaram ao poder. A corte de Elizabeth era a casa de músicos, poetas, pintores e escritores de peças teatrais, sendo ali a ascensão de William Shakespeare, um dos dramaturgos preferidos da rainha. Ela nunca se casou: valorizava sua independência tanto quanto a do seu país.

Frase: “Uma consciência limpa e inocente não teme nada.”

 

7-  Frida Khalo (1907 a 1954)

Pintora mexicana que usava seu país como inspiração das obras. Seu reconhecimento é póstumo, ganhando notoriedade nos anos 1990, quando se tornou conhecida no meio artístico, mas também considerada um ícone para o movimento feminista e o movimento LGBTQ+. Seu trabalho é emblemático, trazendo tradições nacionais e indígenas mexicanas, além de explorar o feminino.

Frase: “Pés, para que preciso de vocês se tenho asas para voar?”

 

8-  Malala Yousafzai (1997 aos dias atuais)

A ativista paquistanesa foi a vencedora mais jovem do Prêmio Nobel da Paz, que recebeu em 2004. É conhecida principalmente pela defesa dos direitos humanos das mulheres e do acesso à educação na sua região natal, onde os talibãs locais impedem as jovens de frequentar a escola. Desde então, o ativismo de Malala tornou-se um movimento internacional.

Frase: “Quando o mundo está em silêncio, uma única voz se torna poderosa.”

 

 

9-  Marie Curie (1867 a 1834)

A cientista e física polonesa conduziu pesquisas pioneiras em todo o mundo no ramo da radioatividade. Foi a primeira mulher a receber um Prêmio Nobel e a primeira pessoa e única mulher a ganhar a condecoração duas vezes. Além disso, Marie Curie foi a primeira mulher a ser admitida como professora na Universidade de Paris. Suas descobertas incluem a teoria da radioatividade, técnicas para isolar isótopos radioativos e a descoberta de dois elementos, o polônio e o rádio. Em 1995, a cientista se tornou a primeira mulher a ser enterrada por méritos próprios no Panteão de Paris.

Frase: “Não se deve temer nada na vida. Apenas entender.”

 

10-   Rosa Parks (1913 a 2005)

A ativista negra norte-americana é considerada o símbolo do movimento dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Ficou famosa em 1º de dezembro de 1955 por ter-se recusado a ceder o seu lugar no ônibus a um branco, tornando-se o estopim do movimento que posteriormente viria a marcar o início da luta antissegregacionista no país. Essa revolta durou mais de uma década e só acabou quando a Suprema Corte dos Estados Unidos considerou a segregação constitucional.

Frase: “Gostaria de ser lembrada como uma pessoa que desejava ser livre... Para que outras pessoas pudessem ser livres também.”

 

***

Muitas são as mulheres extraordinárias da História e devemos conhecê-las e celebrá-las, se quiser indicar mais uma, comenta aqui! :) 

Indicamos aqui o livro Histórias de Ninar Para Garotas Rebeldes, de Elena Favilli e Francesca Cavallo, onde conhecemos a vida de 100 mulheres fabulosas do passado e do presente, ilustradas por 60 artistas mulheres do mundo inteiro.

 

Por Teca Machado